Logotipo Abrap

Associação Brasileira de Prefeituras

Notícias na Abrap

Ministro do Planejamento afirma que valor do salário mínimo só será conhecido em dezembro

Ministro do Planejamento afirma que valor do salário mínimo só será conhecido em dezembro

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira.

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, gravou um vídeo para esclarecer que o valor do salário mínimo só será conhecido em dezembro, que é quando será conhecida a taxa da inflação do ano. O vídeo foi postado nos perfis do Ministério do Planejamento no Twitter e Facebook nesta segunda-feira (21).

O reajuste do salário mínimo é feito por meio de uma fórmula que soma a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano ano anterior, calculado pelo IBGE; e o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes.

A previsão de que o salário mínimo no ano que vem seria de R$ 979 está na proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2018, enviada pelo governo ao Congresso em abril e sancionada pelo presidente Michel Temer no início de agosto.

Como o PIB teve forte retração em 2016, a correção do mínimo no ano que vem levará em conta somente a variação do INPC de 2017. Entretanto, o governo está prevendo agora que a variação do INPC será menor que a estimada antes. Por isso a correção do do salário mínimo em 2018 também deve ser menor.

Assim, o governo baixou em R$ 10, de R$ 979 para R$ 969, a previsão para o salário mínimo em 2018. A redução, se confirmada, deve gerar uma economia de R$ 3 bilhões ao governo no ano que vem.

Oliveira abriu o vídeo dizendo que são falsas as notícias que circulam na internet nas redes sociais a respeito do salário mínimo.

Segundo ele, não é verdade que o governo reduziu o salário mínimo. 'O que está valendo hoje para 2017 é o salário mínimo de R$ 937 e para 2018 vale o que está na lei, ou seja, o salário mínimo será reajustado pela inflação. Mas o valor definitivo só será conhecido em dezembro, quando teremos um número mais preciso sobre a inflação de 2017', afirmou.

O valor do salário mínimo proposto para o próximo ano ainda está distante do valor considerado como 'necessário', segundo cálculo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

De acordo com o órgão, o salário mínimo 'necessário' para suprir as despesas de uma família de quatro pessoas com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência deveria ser de R$ R$ 3.810,36 em julho deste ano.

Fonte: http://g1.globo.com/economia/noticia/ministro-do-planejament...