Logotipo Abrap

Associação Brasileira de Prefeituras

Notícias na Abrap

Em Nova York, Temer abre nesta terça debate da Assembleia Geral da ONU

Em Nova York, Temer abre nesta terça debate da Assembleia Geral da ONU

Trump e Temer em jantar em Nova York (Foto: Kevin Lamarque/Reuters)

O presidente Michel Temer faz, nesta terça-feira (19), em Nova York, o discurso de abertura da 72ª Assembleia Geral das Nações Unidas. Tradicionalmente, a fala inaugural do debate geral entre os chefes de Estado e de governo cabe ao presidente do Brasil.

Conforme a agenda divulgada pela assessoria do Palácio do Planalto, a abertura dos debates está prevista para as 10h (hora de Brasília). Ao chegar à sede das Nações Unidas, Temer conversará com o secretário-geral da ONU, o português António Guterres.

Temer é o primeiro chefe de Estado a discursar. Antes da fala do presidente do Brasil devem se pronunciar Guterres e o presidente da Assembleia Geral, o eslovaco Miroslav Lajcák.

Temer seguiu com sua comitiva para os Estados Unidos na manhã de segunda, depois de empossar a nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Já em Nova York, no mesmo dia ele participou de um jantar oferecido pelo presidente norte-americano Donald Trump.

 

2ª vez na ONU

 

Essa é a segunda vez que Temer participa da Assembleia Geral da ONU como presidente do Brasil. Em setembro do ano passado, ele estreou no encontro logo após o desfecho do processo de impeachment que afastou Dilma Rousseff da Presidência da República.

Em seu discurso, o peemedebista afirmou que o impeachment 'transcorreu dentro do mais absoluto respeito à ordem constitucional'. Desta vez, Temer abre os debates da assembleia menos de uma semana depois de ter sido denunciado novamente pelo, agora, ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Em artigo publicado na segunda (18) no jornal 'O Globo', Temer afirmou que levará “boas notícias ao plenário da ONU”, entre as quais, dados para o último ano que indicam queda superior a 20% no desmatamento da Amazônia.

O discurso de Temer, segundo apurou o G1, deve abordar temas como paz, direitos humanos, respeito à democracia e desenvolvimento sustentável. Parcerias comerciais também tendem a ser defendidas pelo presidente, que pretende aproveitar a oportunidade para destacar a retomada da economia do Brasil.

 

O presidente Michel Temer discursa na abertura da Assembleia Geral da ONU em sua primeira participação, em 2016 (Foto: Richard Drew/AP)

O presidente Michel Temer discursa na abertura da Assembleia Geral da ONU em sua primeira participação, em 2016 (Foto: Richard Drew/AP)

 

Acordo de Paris

 

O presidente deve reforçar o compromisso do país com o Acordo de Paris, concebido para tentar enfrentar os impactos das mudanças climáticas. Aprovado em 2015 por aclamação por representantes de 195 países na COP 21, o acordo foi promulgado em junho por Temer e tem força de lei no Brasil.

Entre os compromissos assumidos pelo país constam a redução de gases de efeito estufa em 37% abaixo dos níveis de 2005 até 2025, além de aumentar a participação da bioenergia sustentável na matriz energética para cerca de 18% em 2030.

 

Outros encontros

 

A agenda de Temer em Nova York também prevê para a tarde desta terça reunião de líderes da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e encontros bilaterais. O peemedebista tem previsão de se reunir com os presidentes da Palestina, Mahmoud Abbas, e do Egito, Abdel Fattah el-Sisi, e com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu.

Os compromissos de terça ainda trazem reunião de Temer com o presidente do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab, e a passagem por um encontro com investidores organizado pelo Conselho das Américas.

Na quarta (20), Temer participa da cerimônia de assinatura de tratado sobre proibição de armas nucleares e de um seminário com investidores sobre oportunidades de negócios no Brasil, promovido pelo Financial Times.

Conforme o Palácio do Planalto, a comitiva presidencial deve deixar Nova York na tarde de quarta. Durante a viagem de Temer, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), está no exercício da Presidência da República.

Fonte: https://g1.globo.com/mundo/noticia/em-nova-york-temer-abre-n...